sábado, 27 de março de 2010

Ecologia

video

A vida selvagem é assim!



Espaço para discussão de Ecologia.

7 comentários:

  1. Nome: Juca Silva
    Instituição de Ensino: EMEIF Vicente Leite
    Questão:
    (Fuvest-SP): a) Apesar de o predatismo ser descrito como uma alteração positivva para o predador e negativa para a presa, pode-se afirmar que os predadores têm um efeito positivo sobre a população de presas. Explique como uma população de presas pode ser beneficiada por seus predadores.

    b) Alguns ecologistas consideram os herbívoros comedores de sementes como predadores das populações de plantas que lhes fornecem alimento. Já os herbívoros que se alimentam apenas de folhas são considerados parasitas das plantas que comem. Justifique essas classificaçãoes.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Resposta à pergunta de Juca, do EMEIF Vicente Leite

    a) O predatismo contribui positivamente com a população de presas porque ajuda na manutenção do seu "equilíbrio" populacional, evitando, dessa forma, a exaustão dos recursos ambientais e selecionando os indivíduos mais aptos da população.

    b)Por definição,
    Predação: matar e devorar outros seres
    Parasitismo: viver às custas de outros seres, geralmente sem levar à sua morte

    Os animais que ingerem as sementes, locais em que ficam armazenados os embriões que darão origem às futuras plantas, são considerados predadores por matarem a planta toda, mesmo que essa não tenha vindo ainda a nascer. Já os animais que se alimentam apenas das folhas agem como parasitas porque, apesar de viverem às custas das plantas, as consomem sem que, para isso, precisem matá-las.

    Esperamos ter esclarecido sua dúvida.

    ResponderExcluir
  3. Nome: Ana Luíza
    Instituição de Ensino: Colégio Zênite

    Questão:
    (Venesp) O cipó-chumbo é um vegetal que não possui raízes, nem folhas, nem clorofila. Apresenta estruturas especiais que penetram na planta hospedeira para retirar as substâncias que necessita para viver. Por sua forma de vida, o cipó-chumbo é considerado um holoparasita. Uma outra planta, a erva-de-passarinho, é considerada um hemiparasita e, embora retire das plantas hospedeiras água e sais minerais, possui folha e clorofila.
    Considerando essas informações, responda:

    a) Pelo fato de o cipó-chumbo ser holoparasita, que tipo de nutriente ele retira da planta hospedeira para a sua sobrevivência? Justifique sua resposta.

    b) Quais estruturas das plantas hospedeiras são "invadidas" pelo cipó-chumbo e pela erva-de-passarinho, respectivamente? Justifique sua resposta.

    ResponderExcluir
  4. Resposta à pergunta de Ana Luíza, aluna do Colégio Zênite

    a) O cipó-chumbo é um vegetal aclorofilado e, por isso, não é capaz de sintetizar os nutrientes dos quais necessita. Para sobreviver, se utiliza de estruturas chamadas haustórios com as quais penetra em suas plantas hospedeiras até a região do floema, que é formado pelos vasos condutores de seiva elaborada, e, deles, retira sua seiva.

    b)O cipó-chumbo invade os vasos condutores de seiva elaborada (floema) e a erva-de-passarinho, os vasos condutores de seiva bruta (xilema).
    Como o cipó-chumbo não possui clorofila, mesmo que invadisse o xilema das plantas, não conseguiria produzir seu alimento com os reagentes que teria à sua disposição. Por isso, a fim de se nutrir, suga a seiva elaborada dos vegetais que parasita.
    Já a erva-de-passarinho, vegetal parasita clorofilado, possui a capacidade de sintetizar seu alimento a partir da água e dos sais que obtém da planta hospedeira. Dessa forma, não há necessidade de invadir o floema das plantas parasitadas.

    ResponderExcluir
  5. qual a vantagem adaptivadas modificações que ocorrem durante o amadurecimento dos frutos carnosos ?

    ResponderExcluir
  6. qual é o tipo de relação ecológica que existe entre as espécies de formiga e roedores ambos comedores de sementes?

    ResponderExcluir
  7. a raiva humana pode ser transmitida através da mordida do morcego.Que relação ocorre entre o morcego e o homem?

    ResponderExcluir